PAGAMENTO ONLINE: NÃO DÁ PARA VIVER SEM ELE
28 de janeiro de 2015
INTERNET OU MATA-BORRÃO: O DILEMA DOS HOTÉIS
9 de fevereiro de 2015

 Os dias estão contados para gente acelerada que não quer perder preciosos minutos em fila de fast food.

Quem inaugurou a onda foi a Starbucks, que está testando em 150 lojas de Portland, Estados Unidos, um aplicativo para fazer pedidos com hora marcada para retirar a mercadoria.

A famosa rede de cafés não está sozinha. McDonald’s, Taco Bell, Pizza Hut, Domino’s Pizza, Subway, e Dunkin’ Donuts também estão desenvolvendo aplicações similares. Explica-se: estima-se para quem adota esta solução uma demanda adicional de 30% nas vendas.

De olho no novo filão, startups como a OrderAhead, criaram modelos de negócio ao estabelecer redes de comerciantes, com lucros entre 5 e 10% de cada transação. Outra delas, a Square, quer reduzir o tempo de espera de outro tipo de apressadinhos: são os gourmets que querem sentar e comer nos restaurantes sem perder tempo com cardápios. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.