Que tal conhecer os bastidores de Downton Abbey?
23 de outubro de 2019
Aviação: Enfim, milhas que nunca expiram!
30 de outubro de 2019

GUERRA NO AR - 'vale tudo" para garantir um espaço no compartimento de bagagem virou padrão nos voos.

Como subproduto da cobrança no despacho de malas surgiu novo distúrbio mental. Trata-se da ansiedade aguda pelo embarque que costuma atingir quem carrega bagagem de mão. É na hora do embarque, quando reina um vale-tudo para entrar na frente nas aeronaves. Ali, não há clima para gentilezas. O que está em jogo é o espaço dos compartimentos de bagagem acima das poltronas, disputado centímetro a centímetro.

PORTEIRAS ABERTAS – Autorizado o embarque, quem chegar primeiro ganha espaço nos compartimentos

Afinal, não cabe lugar para os pertences de todos. Diante disto, a velha regra do “quando um perde, outro ganha” se fez presente. As companhias aéreas, a começar pelas norte-americanas, identificaram no bizarro comportamento uma oportunidade para ganhar algum dinheiro. Por enquanto, é apenas um começo, mas a Delta já oferece por 59 dólares anuais acesso prioritário ao avião. Já a Jet Blue testa uma variável mais palatável: por apenas 5 dólares, permitir o despacho no porão das malas de mão. De olho no filão, as demais concorrentes criam seus modelos ou aguardam a reação dos passageiros para dar o bote.

DANOS COLATERAIS?  Na tentativa de acomodar tanta bagagem a tripulação pode acabar se dando mal.

1 Comment

  1. Antonio disse:

    Isto realmente é um terror, além de a longo prazo irão acabar com turismo.
    Eu mesmo, em trechos mais curtos, prefiro ir de onibus a pagar uma fortuna por uma passagem aérea além do stress de encontrar algo em conta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.